terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

A estrada


A porta parece com a dona:
só abre por dentro,
não é preciso bater,
só batucar com sentimento.

Uma mulher, meu amigo...
o que é uma mulher, meu amigo?
Senão uma casa, um lar,
senão uma estrada a raiar?
Então a mulher é mais que uma porta de entrar,
e é você quem a abrirá.


(Elisa Lucinda, no livro "A Fúria da Beleza" - Ed. Record)

Voltar ao TOPO
 
Creative Commons License
Todo e qualquer texto (original de Tânia Pimenta) deste blog está licenciado sob uma Licença Creative Commons.